Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

Os cargos mais comuns do candomblé para os Yorubás

 

Bàbálorixá/ Iyalorixá

Dirigentes do terreiro, são os zeladores dos orixás. Encarregados de coordenar as sessões e xirês, iniciando pessoas e fazendo obrigações necessárias.

 

Ekedje/ Àjòìè

É a camareira dos barracões, ela zela junto ao Ogan pelo barracão enquanto o zelador estiver em transe com o Orixá. A ekedje dança com os orixás e entidades, prepara obrigações junto à Iyá ou Bàbá, serve em que necessário na casa.

 

Ogan/ Alagbê

São os responsáveis por tocar os Atabaques, assim como as ekedjes, eles são responsáveis pelo barracão enquanto a Iyá ou Bàbá estiverem em transe. Os Ogan tocam os atabaques com a intensão de chamar os orixás e as entidades, eles são o elo entre o Orún e o Ayè na hora do Xirê. Suas funções vão além disso, depende da função a mais que eles receberem e do Sub cargo que pode ser: Ogan tocador, Axogum, Pejigan e de Folha:

 

Ogan Tocador/ Alagbê: Responsável pelo toque e ensino dos ogans e alagbês mais novos. Ele é responsável pela manutenção dos atabaques e afins musicais do terreiro.

Ogan Pejigan: É uma função de cuidas do Axé, ou seja, ele cuida do Peji (Altar da casa). O/A Zelador (a) confiará o peji aos cuidados do Pejigan, ele assume junto ao axogun a primeira posição na hierarquia dos ogan e deve ser chamado de Pai.

Ogan Axogun: O Ogan axogun é um sacerdote, deve ser chamado de Bàbá/ Pai no seu Ilê, é o Primeiro Ogan da Hierarquia junto ao Pejigan, Ele é responsável pelo toque e pelos sacrifícios de animais no terreiro. Ele deve deter muito conhecimento, pois nessa função não se pode errar.  Ele é Ogan de Ogun. Deve ser alguém de muita confiança do Zelador, essa função é exercida após a iniciação, devido as complexidades. Trabalha com a Iyalorixá e é Soberano nas Obrigações de sacrifício.

Ogan de Folha: É o Ogan responsável pela coleta de folhas e ervas. Ele deve conhecer cada folha e sua atribuição a cada um orixá. Sua função é de extrema importância, vista que as folhas estão presentes em todo ritual, sem exceção. Esse posto geralmente é dado a filhos de Ossãe.

 

Bàbá Kekere/ Iyá Kekere

É ao pé da letra Pai oi Mãe pequeno, é aquele (a) que tem a função de auxiliar o Zelador (a) nas obrigações do terreiro, é a segunda pessoa na hierarquia da casa, deve ser uma pessoa de muita confiança. Eles são muitas das vezes os sucessores do terreiro.

Caso o zelador esteja impossibilitado de conduzir um Xire, o Pai pequeno ou mãe pequeno é quem assume a função.

 

Egbon/ Egbomi

São as pessoas que já cumpriram as obrigações de 7 anos, ou seja, são os mais velhos da casa. O Ogan e a Ekedje se tornam Egbon com a iniciação.

 

Ojubonã ou Ajibonan

Responsáveis pela reclusão dos Yaôs, são os que criam os filhos na casa.

 

Yawo/ Iaô/ Yaô

São as pessoas que já foram iniciadas no Axé, ou seja, já fizeram o santo.

 

Abian/ Abiã

São aqueles que ainda não se iniciaram, mas já fizeram ao menos um Obí ou Borí.

 

Alagbá

Pessoa responsável pelos assuntos Civis da casa.

 

Iyabassé

Responsável pela alimentação e pela comida dos Orixás.

 

Iya Egbê/ Bàbá Egbê

Responsável pelos conselhos e a ordem da casa.

 

Temos muitos outros cargos dentro de um terreiro/ Ilê, porém foram citados acima os mais comuns.

Todos os cargos são intransferíveis, uma vez dado através da confirmação no jogo de Orunmilá e o Orixá da casa, não podem mais serem retirados, os cargos são vitalícios e confirmados em orô interno, só podem serem substituídos na morte da pessoa. Existem cargos transitórios dados pelos zeladores e não estão aqui descritos.